segunda-feira, 31 de maio de 2010

Downchild Blues Band

Três discos da banda de blues canadense, Downchild Blues Band (no último, o grupo se intitula apenas Downchild), abrangendo períodos distintos da sua premiada trajetória: 1975 (Ready To Go), 1980 (Road Fever), 1987 (It's Been So Long) e 2009 (I Need A Hat), sendo que Ready To Go e It's Been So Long estão englobados no conhecido dois em um. Embora o hiato entre 1987 e 2009, acredito que dá pra fazer um balanço da carreira da banda.















Downchild Blues Band (1980) Road Fever


Tracklist:
1. Road Fever (3:30)
2. Stages Of Love (2:37)
3. Caught In The Middle (3:52)

4. Low Tide (4:08)
5. Money Trouble (4:27)
6. What You Gonna Do? (2:46)
7. Fall In Love With Me (3:31)
8. You Don’t Do (4:00)
9. She Won’t Come Home (3:22)
10. Half Ain’t Been Told (2:28)
11. T.V. Mama (3:10)
Personnel (provável):
Donnie Walsh: Guitar, Harmonica
Rick “Hock” Walsh: Vocals
Dave Woodward: Horns
Cash Wall: Drums
Gary Kendall: Bass
Jane Vasey: Piano





















Downchild Blues Band (1997) It’s Been So Long/Ready To Go (2 CD)


Tracklist:
1. Bop ‘Til I Drop (Walsh) 3:17
2. Where Have You Gone (Walsh) 3:37

3. It’s Been So Long (Walsh) 3:25
4. Who’ll Do the Leavin’ (Flaim) 4:05
5. My Baby She’s All Right (Flaim, Walsh) 3:40
6. Don’t Mind Dyin’ (Walsh) 4:22
7. Not This Time (Walsh) 3:07
8. Bring It On Back (Walsh) 3:07
9. Off The Cuff (Walsh) 5:35
10. One More Chance (Walsh) 2:21
11. Rock Me Baby (King, Josea) 3:39
12. The Slide (Walsh) 2:54
13. Do The Parrott (Walsh) 2:41
14. Lazy Woman (Walsh) 3:12
15. My Baby (Walsh) 3:24
16. Caldonia (Moore, Moore) 3:10
17. My Aching Heart (Walsh) 3:24
18. Downchild Shuffle (Walsh) 3:50
19. Heart Fixing Business (Jones, Banks) 3:52
20. Old Ma Bell (Walsh) 3:11
Personnel:
Don Walsh: Vocals, Guitar, Slide Guitar, Harmonica
Tony Flaim: Vocals
Jim Milne: Bass
Bill Bryans: Drums
Jane Vasey: Piano
David Woodward: Saxophone (Tenor)
Gene Taylor: Piano
Pat Carey: Saxophone
Paul Nixon: Drums, Background Vocals
Mike McKenna: Guitar
Ray Harrison: Piano




















Downchild (2009) I Need A Hat


Tracklist:
1. This Must Be Love (Walsh) 2:52
2. I Need A Hat (Walsh) 3:17

3. Somebody Lied (Walsh) 6:07
4. You Don’t Love Me (Walsh) 4:28
5. Rendezvous (Walsh) 3:55
6. Down In The Delta (Jackson) 5:54
7. Time To Say Good-Bye (Jackson) 3:46
8. What Was I Thinking (Walsh) 5:22
9. These Thoughts Keep Marching (Walsh) 3:55
10. Some More of That (Walsh) 2:56
11. El Stew (Walsh) 3:14
Personnel:
Don Walsh: Guitar, Harmonica, Composer, Vocals, Slide Guitar
Chuck Jackson: Harmonica, Vocals
Mike Fitzpatrick: Drums
Gary Kendall: Bass
Peter Jeffery: Trumpet
Pat Carey: Sax (Baritone), Sax (Tenor)
Dan Aykroyd: Harmonica, Soloist
Wayne Jackson: Trumpet, Soloist
Colin James: Guitar
Colin Linden: Guitar, Soloist








A biografia da banda, que segue, em tradução livre do inglês, foi escrita por Craig Harris para o site allmusic.
Liderado pelo guitarrista, vocalista e compositor Donnie “Mr. Downchild” Walsh, a Downchild Blues Band é a principal banda de blues do Canadá. Seu blues com naipe de metais proporcionou uma grande inspiração para Dan Aykroyd e o falecido John Belushi, da Blues Brothers, que incluíram músicas de Walsh, “Everything I Need (Almost)” e “Shotgun Blues”, em seu álbum de estréia, de 1978, “Briefcase Full Of Blues”. Formada em 1969 por Walsh e seu irmão, Richard “Hock” Walsh, a Downchild Blues Band suportou a troca contínua de pessoal. Mais de 18 músicos entraram e saíram, incluindo Gene Taylor, que passou a tocar na Fabulous Thunderbirds, e Kenny Neal, que se juntou ao grupo depois de deixar a banda de Buddy Guy e se mudar para Toronto. O conflito entre os irmãos Walsh resultou no afastamento de “Hock” pouco antes de iniciados os trabalhos para o terceiro álbum da banda, em 1974. Embora ele tenha voltado a atuar com a banda em 1977 e 1985, a sua vida turbulenta foi abreviada em fevereiro de 1999, por conta de um aparente ataque cardíaco. Desde o início dos anos 90, a Downchild Blues Band tem-se beneficiado com uma formação mais estável. O vocalista e compositor Chuck Jackson, que se juntou ao grupo em 1990, recebeu um prêmio “Maple Blues” como “melhor vocalista masculino de 1999” e um prêmio “Blues Whit A Feeling”, da Toronto Blues Society, por suas “realizações durante uma marcante carreira”. Um ex-membro da banda de rock Rhinoceros, dos anos 60, Michael Maples Fonfara, recebeu um prêmio “Mape Blues”, em 2000, como “pianista e tecladista do ano”. Mike Fitzpatrick tocou bateria com Big Joe Turner, Sonny Rhodes, Hubert Sumlin e Bob Margolin e gravou com vários artistas de blues, tais como Snooky Pryor e B. B. Odom. Gary Kendall, que tocou baixo nas primeiras gravações da banda, voltou depois de uma pausa de 12 anos, durante a qual ele realizou shows no Silver Dollar, um bar de blues de Toronto. Ele foi beneficiário do prêmio “Blues With A Feeling”, em 1993, e recebeu os prêmios da “Mape Blues”, como baixista do ano, em 1997, 1999, 2000 e 2002.
A marca registrada do som da Downchild Blues Banda continua a emanar do saxofonista Pat Carey. Membro da banda desde 1985, Carey já trabalhou com a Winnepeg Symphony, a Jimmy King Golden Boy Brass, a Tony Faim & The Dukes e com Richard “Hock” Wilson. Além de fornecer arranjos de metais para muitos artistas canadenses, tais como Jack DeKeyzer, Big Daddy G, Sonny Fournier Sonny e Chuck Jackson & The All Stars, ele já gravou com Rita Chiarelli, Fathead, The Unity Band, Danny Brooks e Curley Bridges. Beneficiário do prêmio “Blues Maple” como “saxofonista do ano”, em 1999, 2000, 2001 e 2002, ele gravou um álbum, “Starlight”, com seu grupo, Pat Carey’s Jazz Navigators.
Criados no norte de Ontario, onde seus pais possuíam um resort, Donnie e Richard “Hock” Wilson mudaram-se para Toronto na adolescência. Juntos com a Downchild Blues Band, eles gravaram um dos primeiros discos independentes lançados no Canadá. Registrado em duas noites num pequeno estúdio improvisado no Rochdale College, o álbum, intitulado “Bootleg”, foi distribuído pela RCA Victor e relançado no Canadá e no Japão. O segundo disco da banda, “Straight Up”, lançado em 1974, continha um solitário hit, o cover de Joe Turner, “Flip, Flop And Fly”.
Maiores informações sobre a banda podem ser obtidas no seu site.

8 comentários:

Celso Loos disse...

Tô levando esse de 2009, Duga.

dugabowski disse...

Já sei, Celso, os outros tu já tens... Bom, pelo menos um da liquidação do Bric do Duga tu levaste, o que significa 1/3 das vendas... Um abraço.

Celso Loos disse...

Pior (ou seria melhor?) que não.

Me lembro que tenho os A Case Of The Blues (Best Of), Blood Run Hot (com Spencer Davis), So Far (A Collection Of Our Best)

e esse 2 x 1 que vc postou.

Pensei que eles não existissem mais.

Mas perá lá! Venda? Vou ter que pagar? Leva meus créditos em kuanzas então.....

Aponcho disse...

Me llevo el primero, si me gusta, vuelvo a buscar el resto.
Saludos!

dugabowski disse...

Celso, eu até que não me importaria, mas falei com os caras da Kuanza e eles negativaram a tua ficha. Fala lá com eles: http://www.kuanza.com.br
Vou ter que adotar o velho esquema da caderneta... é, aquela mesmo, do fiado... Um abraço.

dugabowski disse...

Aponcho, se eu conheço o teu gosto ("um bom bluesinho sempre cai bem"), estou quase apostando que tu vais "volver" para rapar o tacho. Saludos!

Ed disse...

Grande pedida Duga... Blues da melhor qualidade. Baixando o "Road Fever" que não tenho. Se tiver interesse tenho outros deles:
1994 - Good Times Guaranteed
1997 - Lucky 13
1997 - So Far (A Collection of Our Best)
2007 - Downchild Bootleg

Abs,

dugabowski disse...

Obrigado, Ed, pelo comentário. Quanto aos discos oferecidos, vou declinar, porque os que já postei oferecem, como eu disse, uma boa avaliação da carreira da banda. Só se eu fosse postar a discografia da banda, o que, por enquanto, não tenho interesse (quer dizer, interesse até tenho, não tenho é tempo...). Mas, no futuro, quem sabe... Ou então se alguém solicitar a postagem. Mas agradeço novamente a oferta; realmente tu és um cara que tens desprendimento; sabe trabalhar em equipe, e isso e uma coisa que eu prezo muito. Um grande abraço, Ed.