quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Ryan McGarvey by Ed


Ryan Patrick McGarvey nasceu em 30 outubro de 1986, em Albuquerque, Novo México. Com uma idade muito precoce Ryan já mostrou interesse pela música, em especial, o violão. Aos dois anos, Ryan recebeu a sua primeira guitarra acústica real. Com sete anos, o interesse de Ryan por música se intensificou. Tornou-se bem familiarizado com a música que ele tinha crescido ouvindo da coleção de seu pai (hard rock).

Logo ele já estava tentando recriar os sons que ele ouviu vinda daqueles álbuns de artistas como: Led Zeppelin, Jimi Hendrix, Lynyrd Skynyrd, The Allman Brothers e Stevie Ray Vaughan. A partir destas primeiras influências, Ryan descobriu novos artistas. Nova inspiração desenvolvida a partir desses novos artistas, tais como: Kenny Wayne Shepherd, Chris Duarte, Ian Moore e Joe Bonamassa. A inspiração dessas influências ajudou-o a pavimentar a sua música, e logo se tornaria o exímio guitarrista Ryan McGarvey. Em seu segundo ano na escola a banda de Ryan ganhou um concurso de grandes talentos da cidade. Ele ganhou o concurso no ano seguinte também. Desde então, Ryan já tocou em muitos locais de grande prestígio, e festivais no Novo México, Colorado e do Sul. Ryan foi convidado a se apresentar no Madrid "All Star Jam" Blues Festival, e no "A Mid-Summer All Star Blues Jam", em Albuquerque. Ryan teve a oportunidade de tocar com Mississippi Delta Blues, Kenny Brown, Cedric Burnside, e Alex Maryol no Thirsty Ear Festival.

Com a atual banda de Ryan, ele está embarcando em oportunidades maiores e melhores, e expandindo seus horizontes.

Ele está atualmente fazendo shows por todo o sudoeste. Ryan, e às vezes é referido como o Stevie Ray Vaughan do Novo México.

Com o lançamento do álbum em 2007 (Forward in Reverse) o jovem e talentoso bluesman levou para casa o "2007 Music Award" do Novo México pela "Melhor Produção Musical: Blues", além de ser condecorado com a "Melhor Produção Musical: Mainstream / Rock" em 2007.



Ryan McGarvey (2007) Forward In Reverse

Ficha Técnica:
Artista: Ryan McGarvey
Álbum: Forward In Reverse
Ano Lançamento: 2007
Origem: USA
Gênero: Blues Rock
Qualidade: MP3 CBR 320 kbps, 44100 Hz, 2 (stereo)
Tamanho: 113,35 Mb (com capas)

A Banda:
Ryan McGarvey (Guitar & Vocals)
August Johnson (Drums)
Sam Miller (Bass)

Tracklist:
1. Right In All The Wrong Ways (5:21)
2. Joyride (5:56)
3. The One That Got Away (4:17)
4. Watch Yourself (4:25)
5. Texas Special (2:57)
6. Someone Like You (3:38)
7. Second Time Around (4:58)
8. Cryin' Over You (5:26)
9. Mystic Dream (7:06)
10. Blue Eyed Angel Blues (5:32)


[RS] [113Mb @320kbps]

Uma amostra da música "Right In All The Wrong Ways":

10 comentários:

Pedro disse...

Show de Bola esse cd, recomendo ! Eu já o tenho a algum tempo, mas volta e meia sinto saudade desse cd e coloco em minha playlist; falando nisso, queria propor algo aos colaboradores do seres da noite : pq vcs não colocam mais pessoas do blues da nova geração , como Ryan Patrick McGarvey , Aynsley Lister, Jonny Lang,Erja Lyytinen, Dani Wilde...Enfim, pessoal que faz um ótimo som !
Abraços a todos e continuem com esse ótimo trabalho que é o Seres da Noite !

Sasquepola disse...

De maneira covarde e vil, me apodero neste momento da postagem do Ed (Calma Ed!).

Pedro, valeu pelo comentário. Quanto a sua sugestão de postagens de um pessoal mais novo eu não entendi bem... As discografias da Erja, do Aynsley e os dois trabalhos da Dani Wilde estão postados aqui no Seres (e/ou em seu irmão siamês, o Collective Collection). Sobre o Jonny Lang eu vou tentar postar a discografia em breve.

Abraços.

Ed disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ed disse...

Temos o Jonny Lang aqui no SDN também Sasquepola.. 4 postagens:

http://serdanoite.blogspot.com/search/label/Jonny%20Lang

E a discografia dele será bem-vinda, porque esse cara é muito talentoso também.
Abraços a todos,

Cristiano.Moreira disse...

Teria como postar no postar no Megaupload, pois o rapdi tá foda.

Valeu!

Ed disse...

Cristiano,
Infelizmente só tenho conta no Rapidshare... Vamos ver se o SER consegue disponibilizar no Multiupload, que daria até mesmo mais opções além de Rapidshare e Megaupload.
Abs,

Anônimo disse...

se você só consegue postar no Rapid melhor ceder esse espaço para outro que consiga postar no multi, por exempo. nem todos tem conta no rapid, e prá quem não tem conta lá fica cruel. me desculpe a sinceridade.

Ed disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ed disse...

Poxa anônimo... cruel não é o Rapidshare, mas sim sua sinceridade. Realmente minha limitação em só disponibilizar arquivos no Rapidshare acaba não satisfazendo uma boa parte de frequentadores do SDN, mesmo observando o grande número de downloads que são efetivados. Meu desejo aqui foi sempre poder servir, mas jamais ter a sensação de não estar agradando, mesmo que a um número mínimo de pessoas. Isso aqui, para quem não sabe, consome um bom tempo nosso. Deixamos algumas coisas de lado para poder se dedicar e encontrar sempre alguma coisa que agrade à maioria. É desanimador esse tipo de comentário, e de forma anônima. Fique tranquilo. Estarei encerrando minha participação nesse espaço. Essas coisas tranformam o prazer em tristeza. Fujo disso. Peço desculpas ao SER, essa figura fantástica que me convidou para ocupar esse espaço, e aos demais amigos que sempre me apoiaram. Paro aqui mas continuarei sempre presente apoiando os demais.
Abraços.

dugabowski disse...

Ed, eu peço que tu reconsideres a tua decisão. Eu sei que esse tipo de comentário escroto e babaca, perpetrado por esse anônimo calhorda, que nem sequer tem coragem para identificar-se, é um tanto desanimador; acho que todos os colaboradores do blog, de um jeito ou de outro, já passaram pela mesma situação. Mas esses comentários, felizmente, são minoria. A grande maioria dos frequentadores do blog, alguns amigos assíduos, que nem quero nomear, sob pena de esquecer de alguém, que sempre tem nos apoiado, certamente não vai querer prescindir do teu trabalho, empenhado, solidário e de qualidade (eu mesmo sou testemunha da forma como tu te comportas, sempre buscando repartir os teus arquivos, numa atitude desprendida que só merece elogios; e eu me lembro que eu já te disse isso, num comentário de uma postagem). Não quero que tu dês a resposta agora; quero apenas que tu reflitas mais um pouco, passada a raiva. Se tu gostas do que faz, e eu tenho certeza que sim, não podes deixar te abater; vou repetir: comentários como esses, lamentavelmente, sempre existirão, mas, pra sorte nossa, são e sempre serão minoria; a maioria, tenho convicção absoluta disso, apóia o teu trabalho. Então penses mais um pouco e, por favor, volte atrás. Um grande e solidário abraço.