sábado, 18 de setembro de 2010

MOMENTOS HISTÓRICOS E CURIOSOS (2)


Colin Scot (1971) Colin Scot
[Art Rock]

Line-up:
Colin Scot - Guitar, Vocals
David Jackson - Saxophone
Ian Thornton - Trumpet
Brinsley Schwarz - Guitar
Robert Fripp - Guitar
Davey Johnstone - Guitar
David Kaffinetti- Keyboards
Rick Wareman - Keyboards
Bob Andrews - Keyboards
Nic Potter - Bass
Rod Clements - Bass
Guy Evans - Drums
Billy Rankin - Drums
Peter Hammill - Vocals
Steve Gould - Vocals
Peter Gabriel - Vocals
Phil Collins - Vocals
Anne Stuart - Vocals
Jane Reif - Vocals
Jon Anderson - Vocals
Linda Hoyle - Vocals
Alan Hull - Vocals

Track list:
01- Do the Dance Now, Davey
02- My Rain
03- Take Me Away
04- Confusion
05- Baby in My Lady
06- Lead Us
07- You're Bound to Leave Me Now
08- Boatman
09- Nite People
10- Hey Sandy
11- Here We Are in Progress


[MU] [110MB]

Este é o primeiro álbum do cantor Folk escocês Colin Scot, de 1971, que seria um comum álbum de estréia como o de qualquer outro músico, não fosse a particularidade de ter conseguido reunir um grupo de espetaculares músicos para acompanhá-lo, graças a ajuda do produtor John Anthony, que provavelmente teve que se desdobrar para controlar os egos dessa turma toda no estúdio, para que não interferissem demais nas canções de Scot. De qualquer forma percebe-se claramente a intervenção deles no trabalho já que todas as canções são executadas de forma impecável.
Muitos destes ícones do Rock estavam iniciando suas carreiras naquele então, porisso certamente devem ter "colaborado" sem muita resistencia, mesmo porque John Anthony já era um produtor famoso à época (produziu discos do Van der Graff Generator, Gênesis, Lindsfarne, Roxy Music, Queen, etc), mas é muito curioso o fato de se conseguir reunir artistas tão importantes para gravar o disco de estréia de um cantor regional quase que totalmente desconhecido. Evidentemente vários deles tiveram seus discos produzidos por ele antes deste e depois também.
Independente da curiosidade é um belo trabalho sob o ponto de vista artístico, na minha opinião, por exclusiva culpa das "feras" envolvidas. Não é um simples álbum de Folk Rock, pois tem peças que vão desde o Progressivo ao Art Rock, passando pelo Folk e o Pop Rock, porisso aconselho ouvirem todo o Disco primeiro antes de terem uma impressão definitiva sobre ele.

6 comentários:

Celso Loos disse...

Esse disco é sem dúvida muito bom. Colin é um dos meus prediletos e pena que o alcool o levou tão cedo.

Em época que a moda é o "featuring fulaninho" esse excede todos os limites de qualidade.

Relançado em CD, existe uma versão dele com bonus (15 músicas). Os seus outros dois trabalhos (que desconheço em CD) trazem melhor a qualidade desse artista, sem o ofuscamento de algumas feras aqui presentes.

Dê uma olhada nesse site http://www.heekesen.nl/

na parte de downloads tem um show que ele fez em 1977 em um boteco (aonde mais encontramos essas coisas kkk) holandês (I hope) cuja gravação feita por uma funcionário é integralmente oferecida digrátis.

É só ele e um violão e a qualidade é muito boa. Vai na fé que é papa fina.

*/*/*

Vou embora que eu, como membro efetivo e catedrático da AM2PR2 (ASSOCIAÇÃO MUNDIAL MORTE ao PROG ROCK REVIVAL - mudamos a sigla em nossa última REUNIÃO kkk) estou passivo de expulsão por comentar um disco com a presença de tantos ilustres membros do prog rock hauhauahauahuahaua

José Renato disse...

Este é o nosso Celso Loss, nem mais nem menos, hahahahaha...

E o disco é bom mesmo!!!
Grande Abraço

woody disse...

Aí Zé,
de fato é um disco curioso pelo forte escrete apresentado, mas não curti essa água com açucar folk não. Muito melado e arrastado para o meu gosto, me pareceu um Cat Stevens mal resolvido. Exceção para as faixas "Confusion" e "Long Time Gone", sendo esta última bonus track, provavelmente nem entrou no LP lançado na época. Sei lá cara, talvez eu tenha ouvido na hora errada, já curti sons nessa linha, inclusive o citado Cat Stevens, mas esse aí não me caiu bem. No entanto, a história é boa e fica valendo como curiosidade.

Abraço,
woody

DAGON disse...

O disco não é minha praia mas é muito legal sabermos dessas histórias curiosas do mundo do Rock e vou deixar aqui uma propaganda porque tem tudo a ver com o assunto "Momentos Históricos e Curiosos", acessa depois o H&H e baixa o disco lá.

http://hardheavyold.blogspot.com/2010/09/screaming-lord-sutch-lord-sutch-heavy.html

[]s.

José Renato disse...

Fala Woody:
Cara, é exatamente isto que eu gostaria que muitos dos nossos frequentadores fizessem, ou seja, deixar a sua impressão real sobre o que foi postado. É a sua opinião e eu respeito muito!
Por ser tão "eclético" (não gosto muito desta palavra, mas, enfim é a única que me ocorre) e ter tantos "futuros astros" de outros gêneros o disco acaba não deixando uma boa impressão inicial, mas, pode crer, se ouvir no momento certo vai acabar gostando, pode crer...
Grande Abraço

José Renato disse...

Fala Dagon:
Estou chegando hoje de viagem (fiquei fora uma semana fazendo curso em Ribeirão Preto) e ainda não tive tempo pra muita coisa, mas certamente vou lá sim e deixo um alô.
Grande Abraço