domingo, 17 de abril de 2011

Warren Haynes (2011) Man In Motion


Warren Haynes (2011) Man In Motion

Tracks:
01 - Man In Motion 07:54
02 - River's Gonna Rise 06:53
03 - Everyday Will Be Like A Holiday 05:31
04 - Sick Of My Shadow 06:59
05 - Your Wildest Dreams 07:20
06 - On A Real Lonely Night 07:40
07 - Hattiesburg Hustle 06:35
08 - A Friend To You 05:46
09 - Take A Bullet 05:27
10 - Save Me 06:16

Personnel:
Warren Haynes — vocals, guitar
Ivan Neville - background vocals, organ
Ian McLagan - piano
Ruthie Foster - background vocals
George Porter, Jr. - bass
Ron Holloway - saxophone

O álbum foi gravado ao vivo no Pedernales Studios, de Willie Nelson, para capturar toda a paixão, emoção e espontaneidade, em fita de duas polegadas e com microfones vintages.


[149Mb @320kbps]

8 comentários:

Anônimo disse...

Obrigabo Ser da Noite. Já estou baixando.
Prof.Roqueiro

Ser da Noite disse...

Este download está valendo a pena. prof. O disco está sensacional.
Divirta-se.
[ ]s

Blindman disse...

Senhor Ser!
Já baixei, já ouvi e gostei muito!
O que acho mais legal desse disco e da proposta do Warren Haynes, é fazê-lo de forma que ele não se pareça com o som do ABB ou do Gov't Mule! Ele conseguiu, fez um disco bem legal e bem sonoro!
abração Seo Ser!
Blindman

Anônimo disse...

Muito bom!

Ricardo disse...

Obrigado César! Um discaço de W.H. !

Ser da Noite disse...

Fala, Blindman.

Realmente, a versatilidade do Warrem Haynes é algo de impressionar. Vc tem toda a razão, este é um disco bem sonoro e que não decepciona.
[ ]s

Ser da Noite disse...

Fala, Ricardo.

Tremendo discaço mesmo, Ricardo.
Conhecendo seu gosto, acho que vc vai ficar amarradão.
Divirta-se.
[ ]s

Southern Man disse...

Fui um dos privilegiados de ver Mr Haynes com o finado Allen Woody em ação em terras brazukas, eu e mais metade do publico "venderia a mãe" pelo timbre de guitarra de Haynes, assistir versões matadoras de Gambler's Roll foi um momento inesquecivel, fiquei com o ouvido zunindo por dias tamanha foi a emoção de ver caras desconhecidos mandando um blues com a alma encharcada de feeling, ver uma versão de Presence of the Lord do Blind Faith me trouxe as lágrimas, coisa q poucas vezes voltou a acontecer.
Esse Man in Motion vem numa linha distinta dos trabalhos dele com o excelente Gov't Mule, mas achei muito bom, ele injetou sua veia soul de forma magistral, com um bom gosto que poucos hj em dia ostentam...
parabéns pelo blog e que os deuses do rock n' roll lhe protejam